Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Summer Diary

you did not wake up today to be mediocre

Summer Diary

you did not wake up today to be mediocre

não ler

girl and bed image

Ultimamente tenho pensado em ti.

E não quero.

Tenho pensado em ti e deparo-me a escrever. Para ti. Fato que não é habitual, como julgas. Eu não escrevo para ti. Nunca. Escrevo sobre ti, para aliviar a pressão. Para inspirar e ajudar outras pessoas, que tal como eu, já caíram nos encantos de alguém. De um galã. Aquele que, no final da história, já não tem interesse.

Pergunto-me como estás. Como está a tua vida. Como está a tua mãe, o teu irmão, o teu gato. Se já tens aquele carro pelo qual ansiavas para substituir o mata-velhos. Se já sabes cozinhar uma omeleta em condições. Se ainda gostas de ver filmes de terror pela noite dentro.

Pergunto-me se pensas em mim.

Se já tens aquela atenção que desejavas ter na minha história. A sede insaciável de personagem principal. De carinho. De importância.

Se sentes a falta da minha voz. Das minhas palavras. Do meu toque suave.

Pergunto-me se alguma vez pegas no teu telemóvel, abres o meu contacto e ficas indeciso em ligar-me. Ou mandar mensagem. Ou até mesmo enviar um sinal de fumo.

Só costumo ficar indecisa em mandar-te à merda. Ou mandar-te à merda.

Mas hoje não.

E perdoa-me, mas não quero pensar mais em ti.

O motivo? 

Sabes aquele livro que nos esforçamos para ler até ao final, sem sucesso na maioria das vezes, por que nos desinteressamos? Tu és esse livro. Inacabado na prateleira, ocupando espaço, junto a outros. 

não ler, é o nome que dou à secção.

 

 

um beijinho,

Annie 

14 comentários

Comentar post